O PROPÓSITO DE UMA VIDA

Nossa vida é composta de fases. Fases biológicas: crescimento, puberdade,menopausa; fases cronológicas: infância, juventude, velhice; fases profissionais: estudo,trabalho, aposentadoria... Enfim, somos criaturas mutáveis e efêmeras, e o único fator constante da nossa natureza é a transformação. No início de tudo, porém, éramos plenos. Fomos criados do barro, mas o sopro de Vida do Criador nos preencheu. Por causa daquele sopro, não somos só descendentes de Adão, pecador, mas também imagem e semelhança de Deus Pai. Somente por causa daquele sopro, Deus enviou seu filho, o segundo Adão, para nEle firmarmos nossa nova identidade de filhos. E é por meio daquele sopro, também, que entendemos o propósito fundamental de nossa existência: caminhar com Ele pelo jardim e ter INTIMIDADE com Ele. Para isso fomos criados e TODAS as outras coisas derivam desse relacionamento de intimidade com o Pai.

Nossa vida espiritual também passa por diferentes fases, e uma das mais importantes é a do descobrimento do nosso propósito pessoal. A partir do momento que entendemos que fomos criados para ter intimidade, começamos a perceber que todos os objetivos de uma vida normal na Terra -formar, ter sucesso profissional, casar- são objetivos vazios e egoístas, se comparados à missão global de Deus. ( I Co 15.19) Não estou dizendo que são sonhos ruins, ou que não é do propósito de Deus que você se case ou seja bem sucedido profissionalmente. Mas esses devem ser objetivos secundários quando pensamos que estamos de passagem nesta Terra, e que ‘somos quem somos’, ou‘ estamos onde estamos’, por algum motivo.

A Igreja de Cristo é composta por Cristãos com diferentes níveis de maturidade,(o que não significa que existam melhores ou piores). É apenas lógico que alguém que começou a caminhada cristã há 50 anos, seja mais maduro na fé do que um recém convertido, por exemplo. E isso é correlato ao entendimento do nosso propósito pessoal (apesar de existir cristãos que passam a vida inteira sem encontrar o seu). Para tornar toda essa exposição um pouco mais prática, dividi esse processo em três etapas.

A primeira etapa é o DESCOBRIMENTO do seu propósito. Quem tem intimidade, se relaciona, e quem se relaciona, se comunica. Por isso, você deve ter uma comunicação fluida com o Pai, porque Ele fala. Ele te fala o seu propósito, e fala de diversas formas. Ele pode falar através da Bíblia, pode falar através da sua liderança, através do testemunho interno do Espírito Santo ou até através de conselhos. O fato é: você tem que buscar.

“Porque, aquele que pede, recebe; e, o que busca, encontra; e, ao que bate, abrir-se- lhe-á.” Mt 7:8

“É difícil dar direção a um carro estacionado”. Com esse pensamento, concluímos a primeira etapa e iniciamos a segunda: INICIAÇÃO E DESENVOLVIMENTO do propósito. Deus dá direção a coisas em movimento, por isso, seja proativo(a)! Se envolva em sua igreja, ou em algum ministério, desenvolva seus dons e talentos, pois Deus é um Deus de excelência! Quanto mais você estiver disposto(a) à servir, mais oportunidades vão surgir. Quando Jesus chamou Pedro, Tiago e João para serem seus discípulos (Lucas 5), eles estavam pescando, exercendo sua profissão, mas não hesitaram em deixar tudo para servir no Reino. Não estou falando que você tem que deixar tudo! Mas sim, estar disposto, se esse for realmente o seu chamado.

O terceiro ponto é a PERSEVERANÇA no propósito. Ao longo da caminhada, enfrentaremos dificuldades, mas temos que lembrar que não estamos sozinhos. Deus nos ama, e cuida de nós. Em Matheus 6 Jesus fala para não andarmos ansiosos por coisa alguma. Fala que só temos que buscar seu Reino em primeiro lugar, porque Ele cuida de todo o resto. Aprenda a descansar na Paz que Jesus lhe oferece. Podemos, também, cometer erros pelo caminho, mas isso não significa que temos que parar de caminhar!

Somos humanos, e, apesar de sermos genuinamente santos, ainda não fomos feitos completamente santos. O Pai sempre está de braços abertos para nos receber. Não importa quantas vezes você erre, Ele te ama do mesmo jeito. É um amor incondicional, que não muda. Nada te afasta desse amor. Então, não deixe que a culpa te tire do seu propósito. Por fim, persevere na Palavra. Comecei o texto falando sobre como somos voláteis, e a única forma de matarmos essa característica da nossa carne, é alimentando nosso espírito. Passe tempo com o Pai, diariamente. Não importa se você passou um dia inteiro com Ele, separe um tempo também no próximo dia. Nossa vida espiritual não é um tanque que pode ser enchido apenas uma vez na semana, mas a lida é diária.

Não será fácil. Viver uma vida de propósito significa renunciar o seu Eu. Mas não há nada melhor do que o sentimento de saber que se está no lugar certo, fazendo a coisa certa, cooperando com a missão global de Deus na Terra! Descubra, inicie, desenvolva e persevere no seu propósito! Porque ao fim desse caminho estreito, está a nossa casa, um lugar perfeito, sem sofrimento e dor, onde o nome do Senhor é adorado 24 horas por dia!

“Mas nós, segundo a sua promessa, aguardamos novos céus e nova terra, em que habita a justiça.” IPe 3:13

“Porque eu bem sei os pensamentos que tenho a vosso respeito, diz o Senhor; pensamentos de paz, e não de mal, para vos dar o fim que esperais.” Je 29:11

Rafael Brandão