UMA MENTE SEMELHANTE À DE CRISTO

Tenho estudado o texto de Filipenses 2. Em particular os versículos de 5 à 11, onde revelam detalhes do caráter de Jesus Cristo. Esses versículos são fundamentais para o fortalecimento da nossa Fé. Quando Jesus diz que o “Reino de Deus está entre vós” (Lucas 17:21), Ele nos afirma que o Reino de Deus habita em nós. Não é algo externo, mas sim, algo interno, que não pode ser visto. Isso demonstra que a área em que Deus precisa e deseja trabalhar é a nossa mente. Através das mudanças que Deus produz em nossas vidas, em nossa mente, em nosso íntimo, os frutos dessas mudanças serão visíveis em nosso estilo de vida, nossa maneira de viver.

Através dos ensinamentos de Paulo podemos entender que Deus ordena ao seu povo que “Haja em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus” (Filipenses 2:5). Isso nos mostra a necessidade de termos a mente de Cristo! Não foi falado para ficarmos de bom humor ou termos uma mente pura ou disciplinada, nem sermos os mais inteligentes ou os mais devotos e virtuosos seguidores de Cristo. Precisamos ter a verdadeira mente de Cristo e isso significa pensar os mesmos pensamentos que Jesus Cristo. Não significa sermos parecidos com Cristo, e sim significa PENSARMOS e AGIRMOS igual a Cristo. Isso não é um desejo, é uma ordem. Devemos ter a mente do único ser humano perfeito que esteve sobre a terra.

Ao lermos o novo testamento, encontramos seis versículos que podem nos ajudar a entender como deve ser a mente de um cristão.

1) VIDA “Porque a inclinação da carne é morte; mas a inclinação do Espírito é vida e paz.” (Romanos. 8:6). Sem Cristo, estamos mortos. Em Cristo, temos vida eterna! Você mostra vida (ou morte), constantemente, mediante as decisões que toma. Quando você coloca a mente no Espírito, experimenta VIDA!

2) PERSEVERANTE“Mas temo que, assim como a serpente enganou Eva com a sua astúcia, assim também sejam de alguma sorte corrompidos os vossos sentidos, e se apartem da simplicidade que há em Cristo.” (2 Coríntios 11:5). Simplificando, a mente de Cristo é perseverante na FIDELIDADE de Cristo. Um dos maiores problemas espirituais que enfrentamos hoje é a distração, que ocorre por causa do assédio diário das coisas que tiram a nossa concentração. Nossa mente caminha em centenas de direções no decorrer do dia. A perseverança é um ato da mente, é um exercício diário, onde escolhemos prestar atenção em Cristo, em Seus mandamentos, em Sua pessoa e ao Seu modo de agir. Perseverança é a disciplina da atenção.

3) HUMILDE“Nada façais por contenda ou vanglória, mas por humildade; cada um considere os outros superiores a si mesmo.” (Filipenses 2:3). A mente de um Cristão deve ser HUMILDE. Esse é um traço do caráter que deve ser cultivado. Os membros do corpo de Cristo aprendem a submeter-se uns aos outros mediante a humildade. Na bíblia, aqueles que se encontraram com Deus quase sempre sentiram um verdadeiro terror ou temor diante dele. Os que encontraram com Deus conheciam a necessidade de serem humildes. De imediato, reconheceram a enorme diferença que havia entre Deus e eles mesmos. Um melhor entendimento de Deus levará você a ter uma melhor compreensão de si mesmo. O Cristão humilde tem a segurança de entender sua posição sob a grandeza de Deus.

4) PURA“Todas as coisas são puras para os puros, mas nada é puro para os contaminados e infiéis; antes o seu entendimento e consciência estão contaminados.” (Tito 1:15). O estado natural do Cristão é a PUREZA! Essa característica é difícil de ser mantida. Uma das razões disso são os constantes ataques das tentações ao nosso redor. As tentações têm oportunidades diárias de nos levar a lugares desconhecidos de nossa mente. O pecado e as oportunidades de pecar estão ao nosso redor, em todas as partes. Para vencer essas tentações, precisamos ter um desejo ardente por sermos puros! Até que esse desejo se torne uma paixão, seremos bombardeados constantemente pelas tentações. Se o seu desejo por pureza é sincero, Deus lhe proporcionará as condições necessárias para vencer as impurezas. O mais seguro é FUGIR por completo das tentações.

5) SENSÍVEL“Então abriu-lhes o entendimento para compreenderem as Escrituras.” (Lucas 24:45). Quando Jesus escolheu os seus discípulos, Ele percebeu que cada um deles eram pessoas interessadas pelo aprendizado, mesmo que isso poderia demorar. Eles estavam abertos ao ensino! Eram ensináveis! Isso se chama sensibilidade ou receptividade. A sensibilidade deve ser exercida em relação a Deus. Não devemos ser sensíveis a qualquer coisa e a todas as coisas. Os discípulos foram sensíveis quando pediram ao Senhor que lhe ensinassem a orar. Eles não desejavam o poder que havia em Cristo Jesus, mas a relação que havia entre Jesus e o Pai. Eles queriam essa espiritualidade em suas próprias vidas. É indispensável a sensibilidade para com Deus a fim de que haja progresso em sua vida espiritual. Uma das maneiras de ser sensível ao Espírito Santo é dedicando tempo ao estudo da Palavra de Deus. Jesus abriu o entendimento dos seus discípulos justamente para que pudessem compreender as Escrituras. Deus quer que você compreenda a Sua palavra, porém você precisa dedicar tempo à sua leitura, senão não haverá compreensão.

6) PACÍFICA“Porque a inclinação da carne é morte; mas a inclinação do Espírito é vida e paz.” (Romanos. 8:6). Já usamos essa passagem antes, mas ela nos dá a palavra vida para aplicar a mente espiritual e também nos dá outra palavra: PAZ! A mente espiritual é pacífica. A paz é um fruto do espírito, não é algo que possamos conquistar por nós mesmo. Sua responsabilidade é fixar sua mente em Cristo. Cabe a Deus proporcionar a paz. Jesus teve paz. Sua vida estava livre por completo do pecado e das assolações do sistema do mundo. Ele prometeu alívio aos sobrecarregados. Você encontrar alívio ao aceitar o jugo de Cristo.

Essas são apenas seis características da mente brilhante e excepcional de Jesus Cristo. Não há como mensurar todas as suas características, mas há como saber o seu benefício: Vida Eterna. Quando você coloca em prática os ensinamentos bíblicos, você está obedecendo a Palavra de Deus e sendo semelhante à Cristo.